Notícias

Aumentam serviços bancários por apps

por Notícias às 09:36 de 06/07/2018 em Mercado de Cartões

DCI-COMÉRCIO INDÚSTRIA & SERVIÇOS/SÃO PAULO

Em abril, o Banco Central (BC) criou um grupo de trabalho envolvendo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), Federação Brasileira de Bancos (Febraban), bandeiras de cartão e instituições de pagamento para definir um modelo operacional de pagamentos instantâneos. Um relatório final com as diretrizes deve ser apresentado em agosto com o objetivo de viabilizar a adoção de um sistema até o começo de 2019.

Crescem serviços de plataforma social

FERRAMENTAS BANCÁRIAS

Atentos ao comportamento da população em relação à tecnologia, bancos e empresas de soluções financeiras ampliam a oferta de ferramentas para serviços bancários de plataformas sociais, sem necessidade de abrir o aplicativo do banco. Com as novas ferramentas que estão surgindo no mercado, usuários podem transferir dinheiro, entre outras operações, pelo celular sem sair de um app (WhatsApp ou Facebook).

80% das transações do Itaú são feitas por Internet banking e apps. Além disso, o banco ultrapassou o número de 10 milhões de correntistas (pessoas físicas) utilizando seus canais digitais. Esse é um exemplo do potencial das novas ferramentas.

Novas ferramentas permitem que os usuários realizem operações, como transferências de dinheiro, pelo celular, sem precisar sair do aplicativo que estiverem utilizando

Plataformas permitem consulta de saldos, pagamentos e depósitos

TECNOLOGIA

Atentos ao comportamento da população em relação à tecnologia, bancos e empresas de soluções financeiras estão ampliando a oferta de ferramentas para realização de serviços bancários de qualquer plataforma social, sem ter que abrir o aplicativo do banco.

Com as novas ferramentas que estão surgindo no mercado, os usuários podem fazer transferências de dinheiro, entre outras operações, pelo celular sem precisar sair de um aplicativo que estiverem utilizando, como WhatsApp e Facebook.

Uma dessas plataformas é a Valid Social Banking, da multinacional brasileira Valid. Além de transferências, com o recurso, é possível acessar uma variedade de serviços financeiros, como consulta de saldos, pagamentos, depósitos, programação de saques e localização de caixas eletrônicos.

O potencial para utilização dessa nova função é significativo. O número de transações bancárias realizadas por aparelhos móveis no Brasil ultrapassou a quantidade de operações feitas em computador. O dado, revelado em pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV), aponta, ainda, que o País superou a marca de um smartphone por habitante e, hoje, conta com 220 milhões de celulares inteligentes ativos.

Segundo o vice-presidente de meios de pagamento e telecom da Valid, Adriano Franki, a onda de transformação digital fez com que os bancos trocassem a maneira de se comunicar com seus usuários. “As instituições precisam oferecer seus serviços tradicionais com uma linguagem que alcance esses usuários que passam mais tempo nos celulares’’, explica ao DCI.

Para ele, a tendência de evolução do sistema financeiro para o mundo digital é irreversível. “Projetamos um crescimento exponencial desse mercado, uma vez que o futuro será definido por transações por meios digitais e em trazer o banco para onde o usuário está, e não o contrário’’, afirma.

Em abril, o Banco Central (BC) criou um grupo de trabalho envolvendo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), Federação Brasileira de Bancos (Febraban), bandeiras de cartão e instituições de pagamento para definir um modelo operacional de pagamentos instantâneos. Um relatório final com as diretrizes deve ser apresentado em agosto com o objetivo de viabilizar a adoção de um sistema até o começo de 2019.

Nessa mesma linha, o Itaú lançou no último mês o Teclado Itaú, ilustrando a tendência que deve ser seguida pelas grandes instituições financeiras nos próximos meses.

“A ideia da funcionalidade surgiu a partir da necessidade de estarmos presentes no contexto em que o cliente está inserido, como uma conversa

com um amigo por mensagem de texto, por exemplo. Aprimoramos nosso canal para termos uma solução rápida, fácil e segura”, explica Wagner Sanches, diretor-executivo do Itaú.

Atualmente, mais de 80% das transações do Itaú acontecem por meio do Internet banking e aplicativos. Além disso, o banco ultrapassou o número de 10 milhões de correntistas (pessoas físicas) utilizando seus canais digitais, o equivalente a mais da metade de sua base de clientes.

Segurança dos dados

Em meio às recentes polêmicas envolvendo o uso ilegal de dados de usuários por aplicativos, a questão da segurança é de grande importância nesse novo mercado. “As plataformas apresentam o mesmo nível de segurança dos bancos que estão expondo suas funcionalidades. Não criamos nem um tipo de intervenção nos dados”, explica Adriano Franki.

“A tecnologia sempre é passível de erros e ataques, mas os usuários contam com toda a proteção adicional das próprias plataformas, isso dobra a capacidade de segurança”, comenta o diretor de operações da empresa de softwares de gestão SAP, Jaime Muller.